O que pode provocar apagamento da impressão digital?

Tratamentos

Existem muitos fatores que podem contribuir para o apagamento ou defeito da impressão digital.

Primeiro devemos falar da predisposição genética. Não basta um indivíduo usar produtos químicos por exemplo, para ter esse apagamento digital. Isso ocorre em quem tem uma tendência genética, em pessoas mais sensíveis e principalmente pessoas mais alérgicas. É o que chamamos de dermatite de contato!

Já existem relatos de defeito nas digitais em adolescentes pelo excesso de uso dos teclados de computadores, um alerta para quem não consegue ficar longe das máquinas. Esse apagamento nesses casos ocorre pelo atrito dos dedos com os teclados que pode tanto afinar a pele da polpa digital ou até engrossá-la.

Mas a causa mais comum para esse dano na polpa digital é sem dúvida nenhuma os produtos de limpeza, detergentes, água sanitária, sabão em pó, alvejantes entre outros. Em pessoas sensíveis e alérgicas, o contato com esses produtos mesmo que por curtos períodos de tempo pode ao longo de meses promover ressecamento, descamação, fissuras nas polpas digitais e até mesmo apagamento delas.

Mas existem muitas pessoas que não tem contato com produtos de limpeza e que apresentam o problema. E aí entra o trabalho conjunto do dermatologista com o alergista para tentar, através de exames, diagnosticar qual a substância pode estar causando tamanho dano à pele do paciente. E aí vale tudo, pode ser desde um creme ou um produto que a pessoa use no dia a dia há anos, até mesmo algo que tenha começado a usar agora, giz, produtos a base de latéx entre outros.

Enfim, em uma pessoa alérgica e sensível, qualquer coisa pode provocar o problema, desde um teclado de computador até produtos de limpeza mais abrasivos.

E quando esse apagamento da digital ocorre, o primeiro passo é identificar a causa. Na maioria das vezes a consulta ao dermatologista é suficiente para identificar a causa. Mas muitas das vezes o alergista é fundamental para identificar o agente causador através de testes alérgicos.

E o tratamento consiste primeiro em se evitar o produto que esteja causando o problema. Segundo hidratar muito bem a pele afim de protegê-la. E aí não é qualquer hidratante. Precisa de acompanhamento dermatológico nesse momento para escolher um bom produto. O uso de luvas de proteção também ajuda. E geralmente medicações são necessárias. Na maioria das vezes um tratamento bem feito consegue reverter o processo num prazo de 6 a 8 meses. É possivel recuperar as digitais em muitos casos!

Aviso Legal

Todo o conteúdo do site é estritamente informativo e nada substitui a consulta feita pelo médico dermatologista. Os resultados podem variar de acordo com cada tipo de pele e características individuais e específicas de cada um. As fotos são meramente ilustrativas e não expõe o paciente em real situação de tratamento.